quarta-feira, 10 de abril de 2013

O Muro





Posso ouvir seus gritos
Abafados pelo muro
Arranhões e passos
Ecoam em minha mente

O cheiro de sangue
Lagrimas que na posso ver
A vida te abandonou
E me fez culpado
Mas ela não sabe
Que não pode nos separar

Eu sei que esta ai atrás
Isso não é uma ilusão
Um sonho, um chamado
Irá me trazer ate você
Mesmo morto

Um comentário: