sábado, 24 de dezembro de 2011

The Room



Uma vez em um quarto escuro
Começo a lembrar de um sorriso
Ate que surge um em meus lábios
Minha boca fecha em silêncio

Outra vez em quarto escuro
Penso por um segundo no sorriso
E passo o dia todo tentando esquecer
Minhas mãos passeiam pela cama vazia

Num mesmo quarto escuto
Um sorriso é tão doloroso
Lagrimas não param de cair
Meus olhos se fecham para sempre.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Discípulo da lua



Nasci para amar eu sei
Cuidar e proteger seu coração
Mas só de imaginar sua solidão
É como uma faca no meu peito
Não poder te amar
Não poder fazer parar

Sinto sua dor aqui no escuro
Vejo suas lágrimas na lua
Ouço seu soluço pelos cantos
Olho para as estrelas
Tento te encontrar
Mas não consigo parar de chorar

Meu grande amor
Estou na escuridão a te esperar
Estendo minhas mãos sangrando
Venha logo me abraçar
Não vai precisar mais chorar
Aqui só precisa amar

Vamos correr na chuva
Se amar na escuridão
Dançar e cantar
Fique perdida comigo
O medo não pode nos achar
Vamos, até os olhos pode fechar.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Despertar



Faz-me esquecer?
Eu não consigo sozinho
Preciso do seu amor
Quero poder te amar
Tocar seu rosto
E te beijar

Passar noites de amor e carinho
Amanhecer ao seu lado e te abraçar
Sentir seu calor na manhã fria
Seu cheiro de flores do campo
Um lindo sorriso
Assim o sol nasce

Mas eu ainda estou aqui
Deitado no chão frio
Sonhando com este despertar
Insetos comendo minha carne
Não quero levantar
Se você não me der à mão.