quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Sonhos



O que acontece quando os olhos se fecham?
Uma fantasia se cria, ou um mundo surge
Às vezes são reais, às vezes são ilusões
Sonhos são limpos e sujos, imortais.

Lembro-me de ser um anjo, voando sobre as águas
Cercado de puras almas, um horizonte infinito
Lembro-me de ser um demônio, levando almas
Causando destruição pela estrada, morte
Lembro-me de um escuro cemitério
Das almas buscando paz ou vingança.

Lembro-me de ter você por um tempo
E acordar sorrindo, sentir sua pele
Mas estar com as mãos sobre o peito
Como alguém que abraça um fantasma por esperança.

Sonhar é acordar do pesadelo da vida
Mesmo que não seja bom
Sempre acorda e pode recomeçar
Mas por fim, me lembro de morrer...