sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Flores de sangue

 
 
Machuquei minhas mãos ao pegar aquelas flores
Meu coração explodia por te amar
Mesmo com as mãos sangrando pelos seus espinhos
Eu tirei um por um para te dar.

Não peço que me ame, esse sentimento é forte
Não peço que me perdoe não me arrependo de nada
Não peço que me ignore, porque estou dentro de você
Não peço nada, desespero já toma conta de mim
Se um dia pedir sua mão, a segure
Sei que posso te levar pra um lugar melhor.

Um lugar único, onde a lua é a única que tem luz
As flores de sangue que eu te dei
Estão todas lá esperando seu toque
As criaturas da noite dançam á luz da fogueira
Uma dança diferente, estão em paz
Um lugar perfeito, para sonhar.

Seguindo um caminho escuro eu olho para traz
Sentindo você me seguir em sua mente
Vejo você como ninguém consegue
De longe sei o que sente
De suas lagrimas tiro um poema
Que pode te deixar feliz de novo.
 
"essa foi um dos textos mais importantes"
"um dos primeiros"
"repost"

5 comentários:

  1. Vou colocar uma frase desse poema no meu blog e vou direcionar o link ao seu.
    Espero que não se importe, caso contrário, é só me avisar, que eu retiro o post.
    http://darkvermilion.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Chorei...
    Sério

    Carpe Noctem~
    http://mohhomes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Restam duvidas mas é tão bom sonhar...desejar, realizar.
    É tão pouco dizer que é lindo diante de tantas palavras maravilhosas.

    ResponderExcluir
  4. Tudo bem Gabriel.

    Moh,só quero tirar um sorriso.

    Anonima, obrigado. :)

    ResponderExcluir
  5. Nosso caminho é bem parecido K., eu gosto muito do seu blog, você tem uma alma poética e eu sei apreciar bem isso. Muito lindo, estou sem palavras.

    ResponderExcluir