sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Lembranças




Pensei que havia partido
Que nunca mais ia voltar
Quando achei que tinha esquecido
Minha fênix renasce das cinzas

Ela quer voar, quer me levar
Como naquele inverno
Quando no frio me veio aquecer
E sorrindo me deu seu coração
Mas eram falsas suas promessas
E do inverno nunca mais sai

Ela é doce, ela é perfeita
Queria estar quando ela partiu
Foi voar junto às estrelas
E sozinho me deixou
Para que possa o céu olhar
E com seu rosto apenas sonhar

Queria apenas dizer
Tudo aquilo que não consegui
Quando em suas mãos
Eu podia segurar
Queria dizer acredite em mim
Quando digo que é perfeita
Sendo linda e única
Assim como você é.

3 comentários:

  1. Tem algo em mim, vivo tentando me esquecer deste sentimento... Mas só me engano e magou as outras pessoas.Não importa quanto tempo passe nem o que aconteça, ele permaneçe aqui... Antes ele era falsamente correspondido.. Agora, só lembrança.

    Sei lá.. Esse seu poema me fez sentir tudo dinovo...

    Carpe Noctem~
    http://mohhomes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. não podemos esqueçer, só recomeçar.

    ResponderExcluir