quinta-feira, 7 de julho de 2011

Eterna




O silêncio se faz ensurdecedor
Minhas mãos não mais criam
As belas palavras que saem do coração
E passam pelas minhas veias
Um sangue que nunca se coagula
Um sangue que é invisível

Meus olhos se enchem
Das lágrimas secas da dor
Que machucam ao existirem
Vêem e vão como um sopro
Que não tem som
É só frio

Sonho com uma bela moça
Que vem descendo um caminho
De flores que cantam ao luar
Seus pés nunca tocam ao chão
E o cabelo não acompanha o vento
Será você? Meu amor.

3 comentários:

  1. Eterna e etérea, a paixão que se materializa num sonho real....

    Blood Kisses

    ResponderExcluir
  2. Lindo...
    Pra mim é como um presente...
    Encantador...

    ResponderExcluir
  3. Ela é, eterna, etérea, irreal...

    É meu presente, pra você. :)

    ResponderExcluir