quarta-feira, 22 de junho de 2011

Meu Livro




Paginas de uma cor morta
Pena e tinta ao sangue
Minhas lagrimas vermelhas
Caem e enfeitam a mesa
Vão secar e se tornar obras de arte
Vinda da dor que sinto

Queria escrever sobre amor
Mas a cada palavra só existe dor
Queria escrever sobre esperança
Mas a solidão que me cerca não deixa
Queria escrever sobre liberdade
Mas as grades são muitas e não consigo me mexer
Queria escrever sobre a paisagem e as flores
Mas á minha mente só vem o fogo e o abismo
Queria escrever sobre você
Mas...

Todas as vozes não vão cessar
Eu sei que a mascara de mármore é ilusão
Mas sua face me assombra e assim lhe vem um sorriso
Obscuro, horrível, assustador

Vou escrever ate sangrar minhas mãos
Vou descrever todo meu sentimento
Mesmo sabendo que as paginas nunca vão acabar
Em quanto eu respirar, vou lutar, e descobrir
Esse maldito enigma
Que é amar

2 comentários:

  1. Realmente amar é um enigma. O amor um sentimento belo e puro, porém que pode, também vir a causar dor e sofrimento. Mas gosto de ver esse outro lado do amor, esse lado poético... lado que vai muito além de lágrimas ou beijos. E foi isso o que vi neste seu post. Goste muito, sua reflexão sobre essa arte confusa de amar, eu achei excelente, e de certa forma me identifiquei. ^^

    ResponderExcluir
  2. As pessoas dizem que amam, sem saber direito o que é amar. :/

    ResponderExcluir