domingo, 12 de setembro de 2010

Flores de sangue


Machuquei minhas mãos ao pegar aquelas flores
Meu coração explodia por te amar
Mesmo com as mãos sangrando pelos seus espinhos
Eu tirei um por um para te dar.

Não peço que me ame, esse sentimento é forte
Não peço que me perdoe não me arrependo de nada
Não peço que me ignore, porque estou dentro de você
Não peço nada, desespero já toma conta de mim
Se um dia pedir sua mão, a segure
Sei que posso te levar pra um lugar melhor.

Um lugar único, onde a lua é a única que tem luz
As flores de sangue que eu te dei
Estão todas lá esperando seu toque
As criaturas da noite dançam á luz da fogueira
Uma dança diferente, estão em paz
Um lugar perfeito, para sonhar.

Seguindo um caminho escuro eu olho para traz
Sentindo você me seguir em sua mente
Vejo você como ninguém consegue
De longe sei o que sente
De suas lagrimas tiro um poema
Que pode te deixar feliz de novo.

4 comentários:

  1. Olá...Deixo-te os meus parabéns pelo blog que está lindissimo.

    São da tua autoria as postagens?
    Se sim...de novo os meus parabéns.

    Tens uma forma incrivel de te expressares.
    Um sentimento constante em cada linha.

    Obrigado por partilhares com o mundo tão belas palavras.

    xau xau e tudo de bom.

    ResponderExcluir
  2. sim, eu que fiz :)

    obrigado por comentar, eu só coloco o que eu sinto, o que eu penso.

    td de bom pra vc tbm.

    ResponderExcluir
  3. Você tem muito talento, parabéns, gostei muito do seu poema. Sorte com o blog ae!

    bjo!

    ResponderExcluir
  4. você é muito talentoso querido meus parabéns bjs sangrentos em seu ♥

    ResponderExcluir